Buscar
  • Eduardo Cornelius

Application: Enviando as Transcripts

Atualizado: 2 de Jul de 2020

Diferente do Brasil, no processo de seleção no Canadá não são exigidas provas e entrevistas presenciais. A maioria dos programas requer apenas o envio online de documentos (que formam o chamado application package), e alguns pedem que eles sejam enviados por correio. Começamos aqui uma série de posts sobre o processo de seleção. Apesar de tentarmos cobrir todas as questões relativas ao processo, é fundamental que a pessoa leia atentamente o que cada programa exige. Esse post é sobre o histórico escolar (academic transcripts).


O histórico pesa na seleção?


Diferente do Brasil, no Canadá as notas da graduação e de mestrado (para quem aplica para o doutorado) têm um peso grande na seleção. Alguns programas requerem que o aluno tenha uma certa média nos dois últimos anos de estudo. É importante conferir o que cada programa exige.


Não ter boas notas diminui muito a chance de ser aceito. Porém, a pessoa pode usar a carta de intenção (statement of purpose ou statement of interest) para justificar por que não teve boas notas em determinadas disciplinas ou em determinado período do seu estudo.


Históricos de todas as instituições


É preciso enviar o histórico de cada instituição onde a pessoa estudou. Por exemplo, se começou a faculdade em uma instituição e terminou em outra, é necessário enviar o histórico das duas instituições.


Históricos não oficiais atualizados


As universidades costumam aceitar versões não oficiais do histórico, que são aquelas que, em grande parte das universidades brasileiras, é possível obter pela internet. Caso a universidade disponibilize apenas a cópia em papel, a pessoa pode simplesmente escanear esse documento.


Dito isso, é importante conferir em cada departamento se há alguma exigência especial (por exemplo de que o histórico seja assinado por algum funcionário da instituição brasileira). Não basta conferir essa informação no site geral de admissões (admissions) da universidade, pois cada departamento tem suas próprias exigências.


É importante também verificar se o histórico está atualizado, ou seja, se é a última versão disponível.


Graduação e mestrado em andamento


Se a pessoa ainda não concluiu a graduação ou o mestrado, deve enviar o histórico tal como está. Como dissemos em post anterior, não há problema em aplicar para o mestrado antes de concluir a graduação ou em aplicar para o doutorado antes de concluir o mestrado. A única exigência é que na data de início do mestrado ou doutorado no Canadá a pessoa tenha concluído a graduação ou o mestrado respectivamente.


Intercâmbio ou graduação e mestrado ‘sanduíche’


Caso a pessoa tenha feito intercâmbio durante a graduação ou o mestrado e tenha cursado disciplinas em instituições do exterior, duas situações são possíveis. Se a pessoa recebeu crédito por essas disciplinas, isso provavelmente constará no histórico da universidade brasileira, não sendo necessário fazer o upload do histórico da instituição do exterior. Se a pessoa não recebeu créditos no Brasil e possui um histórico da instituição do exterior, a pessoa pode escolher se envia ou não esse histórico.


Legenda


Os históricos precisam apresentar uma legenda (legend ou grading guide) indicando o que os conceitos significam. Por exemplo:

Legenda: A – Excelente com direito a crédito, B – Bom com direito a crédito, C – Regular com direito a crédito, R – Reprovado.


GPA


GPA significa Grade Point Average. É basicamente uma média das notas. Alguns programas pedem que a pessoa preencha um formulário indicando seu GPA da graduação e da pós.


Como no Brasil a média é calculada de um jeito diferente do Canadá, vale a pena indicar o GPA junto com a nota máxima possível. Por exemplo: 8/10. Isso mostra que a média da pessoa é 8 de um total de 10 pontos.


Se o histórico não mostrar uma média numérica e tiver apenas conceitos (A, B, C etc.), a pessoa pode pesquisar nas normas de sua universidade se existe uma equivalência entre conceitos e números. Se não houver essa equivalência, a pessoa terá que atribuir números arbitrariamente aos conceitos. Por exemplo, A = 10, B = 9. Se a pessoa tem um A e um B no histórico, o GPA é de 9,5.


Traduções


Os históricos precisam ser traduzidos por tradutor juramentado (notarized translation). Isso deixa o processo mais caro, mas existem empresas que oferecem desconto para estudantes. Vale a pena fazer vários orçamentos, pois o preço costuma variar bastante.


Outros documentos


Junto com o histórico, a pessoa pode fazer upload de outros documentos relevantes. Por exemplo, algumas instituições brasileiras emitem um documento com a média das notas de graduação separado do histórico escolar. Algumas instituições também emitem um documento com a posição do aluno no ordenamento. Outras, ainda, emitem documentos comprovando que o aluno recebeu láurea acadêmica ou alguma distinção semelhante.


Alguns programas dão a opção de fazer o upload desses documentos em separado em um campo chamado “other documents” ou algo semelhante. Caso não haja essa opção, esses documentos podem ser enviados juntamente com o histórico escolar.


Como o histórico e a tradução têm muitas páginas, a pessoa pode fazer um sumário, indicando o que está em cada página do pdf. para facilitar para os avaliadores. Nesse sumário é possível incluir explicações breves sobre o que é cada documento. Veja um modelo aqui.


Como enviar os documentos


O aluno faz o upload do histórico escaneado em português e da tradução. Na página da application, há um campo para cada instituição pela qual o aluno passou.


O histórico de cada instituição e sua tradução devem ser colocados no mesmo arquivo em pdf., o que pode ser feito facilmente com programas gratuitos online.


Como o histórico e a tradução têm muitas páginas, a pessoa pode fazer um sumário, indicando o que está em cada página do pdf. para facilitar para os avaliadores.Nesse sumário é possível incluir explicações breves sobre o que é cada documento. Veja um modelo aqui.


Depois da aprovação


Se você for aprovado, deverá enviar os históricos de cada instituição onde você estudou. A diferença é que agora os históricos precisam ser oficiais e enviados por correio para a instituição canadense pelas próprias universidades brasileiras onde você estudou. O problema é que muitas universidades não fazem isso. Nesse caso, você deve pedir à universidade para que lhe entregue um envelope selado com o histórico oficial dentro e enviar você mesmo esse envelope por correio, sem abri-lo. Peça para que a universidade carimbe o envelope na parte onde ele fecha para mostrar que o envelope foi selado pela universidade e não foi aberto.


As traduções juramentadas também precisam ser enviadas em envelope selado. Aqui você tem duas opções. A primeira é levar as traduções para a universidade e pedir que ela coloque as traduções dentro do envelope selado com o histórico. A segunda opção é pedir à própria empresa de tradução que envie o envelope selado diretamente para a universidade (ou que lhe entregue o envelope selado para que você mesmo envie).

373 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 

©2019 by Humanas no Canadá. Proudly created with Wix.com